JANTA?

Costuma-se fazer a ‘janta’, servir a ‘janta’. Tudo errado! Deve-se fazer o ‘jantar’, servir o ‘jantar’. Janta, na linguagem dos estudiosos, não existe, é expressão detestável!